Ensaio fotográfico de artistas com jovens que vivem com HIV/aids chega a Caxias do Sul

Depois de passar por Porto Alegre, RS, o trabalho artístico estende o tour de exibição na Região Sul.

A exposição fotográfica itinerante do Ministério da Saúde que reúne artistas brasileiros em prol da luta contra a aids desembarca em Caxias do Sul (RS). A mostra “Somos Iguais. Preconceito Não” traz painéis com imagens de abraços e beijos entre celebridades e jovens que vivem com HIV, demonstrando que amor, carinho e respeito não transmitem o vírus. O ensaio esteve em exibição nos meses de setembro e outubro em Porto Alegre e visa a conscientizar as pessoas de que viver com a doença é mais difícil quando há preconceito.

Em Caxias do Sul, a exposição “Somos Iguais” ficará montada de 31 de outubro a 10 de novembro, na Universidade de Caxias do Sul (UCS) – Bloco M, saguão do UCS-Teatro. Serão realizadas rodas de conversa com o público, que incluirão distribuição de materiais educativos, informações sobre aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, além da oferta de camisinhas. O bate-papo sobre prevenção, diagnóstico e tratamento do HIV/aids pretende atingir principalmente os jovens.

No Sul, o roteiro das imagens prevê ainda as cidades de Curitiba, Florianópolis e Itajaí, no estado de Santa Catarina. Atualmente, a Região Sul apresenta a maior taxa de incidência de aids entre jovens de 13 a 19 anos (4,2 casos da doença a cada 100 mil habitantes), seguida do Norte (3,1), Sudeste (2,7), Centro-Oeste (2,6) e Nordeste (1,9). Os dados são do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. “A iniciativa contribui para que os jovens descubram possibilidades de atuação frente aos desafios locais de enfrentamento da doença”, avalia Eduardo Barbosa, diretor-adjunto do Departamento.

A notificação de casos de aids entre jovens de 13 a 19 anos mostra que, em 1991, havia 155 municípios com pelo menos um caso de aids nessa faixa etária. Em 2009, subiu para 237 o número de cidades com registro da doença nesse público. O total de casos de aids dessa parcela da população, de 1980 até junho de 2010, corresponde a 12.693 registros.

Em Caxias do Sul, a exposição é uma realização do Ministério da Saúde em conjunto com a Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids (RNAJVHA) e a Secretaria Municipal de Cultura. A iniciativa conta com a parceria da UCS e da Unimed e com o apoio da Secretaria de Saúde de Caxias do Sul.

A exposição
Entre os artistas que cederam suas imagens estão Heloísa Perissé e Marcello Antony. Ao todo, participaram do trabalho 12 artistas e 15 jovens vivendo com HIV/aids (11 homens e 4 mulheres, com idade entre 17 e 27 anos, da Bahia, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Maranhão e Mato Grosso do Sul).

Serviço
Lançamento da exposição “Somos iguais. Preconceito não”
Data: 31 de outubro 2011, às 19h
Local: Universidade de Caxias do Sul (UCS) – Bloco M, saguão do UCS-Teatro
Contato para imprensa: 61-9221-2546 e 61-81753806
Exposição “Somos iguais. Preconceito não
Fotos da exposição: Robert Schwenck

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *