20ª Marcha do Orgulho Gay de Buenos Aires é marcada por protesto

A Argentina sempre foi um país muito mais avançado do que o Brasil em termos de educação e politização, isso se traduz também em sua Parada Gay, que lá tem o nome de Marcha do Orgulho de Buenos Aires. A manifestação está em sua 20ª edição e ocorreu no último sábado (05), sob o tema “Lei de Identidade de Gênero Já – Nossos Direitos: reconhecimento de nossos filhos e filhas”.
 
O formato do evento não é muito diferente do brasileiro. Vários carros compõem a marcha, na frente seguem os de organizações ativistas e no fundo de casas noturnas. Lá não existe trio-elétrico, então eles improvisam equipamento de som em cima de caminhões convencionais com algumas faixas nas laterais.
 
O evento começa com uma Feira na Praça de Maio, em frente à Casa Rosada, sede do governo argentino, onde o público se concentra. Os caminhões começam a animação, alguns com som e outros com protestos. Por volta das 18h, após o show com bandas no palco montado na praça, os caminhões começam o trajeto que segue pela Avenida de Mayo até o Congresso.
 

Alinhado com o tema da Marcha, um bloco de mães rodeadas de seguranças e isoladas por um cordão de proteção, levavam seus filhos pequenos em carrinhos de bebê para protestar contra a falta de legislação igualitária para heterossexuais com relação a maternidade, cujo nome dos dois pais ou duas mães no documento não é permitido.

Fonte: ACapa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *