Região Sul avalia as estratégias de enfrentamento da aids

Inicia hoje, 18 de agosto, em Florianópolis, Santa Catarina, o encontro que irá reunir cerca de 200 pessoas que  trabalham no enfrentamento das DST/HIV/Aids dos três Estados da Macroregião Sul. São profissionais de saúde, gestores estaduais e municipais que recebem recursos da verba de incentivo fundo-a-fundo do Governo Federal e representantes dos movimentos sociais organizados que atuam no controle social, na promoção da saúde e, principalmente, na prevenção.

 O objetivo do encontro é avaliar as estratégias e ações para combater a epidemia de aids e as principais co-infecções, como tuberculose e hepatites virais, nos diferentes níveis de atenção à saúde na Região Sul.

Do Rio Grande do Sul, apenas três instituições/redes da sociedade civil estão presentes: O Grupo SOMOS, que foi indicado pela Comissão de DST/Aids, do Conselho Estadual de Saúde; o Fórum de ONG/Aids e a Rede Nacional de Pessoas que Vivem com HIV/Aids.

Ao final será elaborado um documento que norteará as políticas públicas nesta área e que deverá ser pactuado entre os gestores.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *