Porto Alegre em Cena terá peça dirigida por Ney Matogrosso

Foto de Rui Mendes / Divulgação

Desde as primeiras horas desse domingo, já havia filas para a compra de ingressos na Usina do Gasômetro para o 18º Porto Alegre em Cena, que será realizado de 6 a 27 de setembro. Os amantes das artes cênicas enfrentaram a chuva para escolher os melhores lugares ao festival.

Conforme a assessoria de imprensa do festival, os espetáculos mais procurados e para os quais restam poucos ingressos são “A Última Gravação de Krapp”, com Bob Wilson e “A Flauta Mágica”, de Peter Brook, além de “Pterodátilos”, com Marco Nanini, e os shows “O Micróbio do Samba”, de Adriana Calcanhotto, e “Bethânia e as Palavras”, de Maria Bethânia.

Em sua maioridade, o festival promete uma de suas maiores edições, movimentando cerca de 800 pessoas entre atores, diretores, coreógrafos, jornalistas, técnicos e produtores.

Nas figuras ilustres que circularão pela cidade estarão o diretor consagrado mundialmente, o norte-americano Bob Wilson, a cantora inglesa Marianne Faithfull, o compositor Philip Glass (EUA), Maria Bethânia, Adriana Calcanhotto, os atores Chico Diaz e Marco Nanini; Ney Matogrosso, Paulo José e suas filhas, Bel e Ana Kutner. Estarão à disposição da equipe, que conta com 29 “anjos”, profissionais que acompanham as produções, e 19 produtores de palco, 30 vans e oito carros.

O Centro Cultural CEEE Erico Verissimo entra como novidade na programação paralela. No local, haverá oficina da peça “Solidão Continental”, com João Gilberto Noll (dia 7); homenagem a Caio Fernando Abreu, na exibição do teste de triagem do documentário “Sobre 7 Verdades Verdes Espumantes (dia 12), e Ney Matogrosso, que será entrevistado no local pela série “Encontros com o Professor” (dia 15).

Fonte: Correio do Povo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *