Partido polonês ganha direito de fazer propaganda anti-gay em vias públicas

O partido de extrema direita da Polônia, o Renascença Polonesa (NOP, na sigla em polonês) recebeu autorização do Ministério Público local para divulgar o seu logo em vias públicas: homens fazendo sexo sob o símbolo de proibido e com os dizeres “Intolerância Fascista”.

Os ativistas LGBT do país estão apelando para que o tribunal do país reveja a sua posição. A ONG Campanha Contra a Homofobia declarou que vai falar com o Ministro da Justiça para que intervenha para a  retirada dos cartazes das ruas.

O NOP é um partido de extrema direita abertamente anti-LGBT e, segundo os ativistas da Polônia, responsável por vários ataques contra gays. No país, estima-se que 80% da população seja contrária a direitos LGBT. Mesmo assim, eles elegeram a primeira transexual para uma cadeira em seu Parlamento.



Da Redação, com informações de ACapa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *