Parlamento da Islândia aprova casamento gay por unanimidade

O Parlamento da Islândia aprovou nesta sexta-feira por unanimidade uma lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo gênero. O país, cuja primeira-ministra é lésbica, é o único do mundo a ter um chefe de estado assumidamente homossexual.

Todos os 49 deputados islandeses aceitaram uma mudança na legislação sobre casamentos, estabelecendo que a união também pode ocorrer entre “homem e homem, mulher e mulher.”
Em 2009, a social-democrata Johanna Sigurdadottir, que é lésbica, foi indicada por seu partido e se tornou primeira-ministra do país. A orientação sexual de Johanna atraiu mais atenção da mídia estrangeira do que na própria Islândia, onde nas últimas duas ou três décadas há uma tolerância cada vez maior com a homossexualidade.

A Islândia tem cerca de 320 mil habitantes e é um país socialmente tolerante. “O casamento homossexual não tem sido uma grande questão na política nacional, não foi controverso. A atitude na Islândia em relação ao assunto é bastante pragmática”, disse o cientista político Gunnar Helgi Kristinsson.

A Igreja Protestante local ainda não decidiu se autorizará casamentos homossexuais nas suas instalações.

Outros países nórdicos, como Suécia, Noruega e Dinamarca, já permitem uniões civis entre pessoas do mesmo gênero.

(Com Reuters)

One thought on “Parlamento da Islândia aprova casamento gay por unanimidade

  1. Já estava mais do que na hora disso acontecer!! Chega de preconceitos!! Só após de deixarmos de ser uma sociedade reacionária é que o Brasil crescerá. Há um tempo escrevisobre uniões homoafetivas e adoção conjunta, até foi publicada no Jus Navigandi (http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=12958&p=1).
    Espero com fervor que haja procedência neste pleito!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *