Orgulho bi: cidade americana aprova primeiro dia dedicado exclusivamente aos bissexuais

A bandeira do orgulho bi em Seattle, EUA.

Aos poucos, as letrinhas da “salada” LGBT vão ficando mais independentes. Depois das lésbicas e das trans, que já têm o seu Dia da Visibilidade – pelo menos aqui, no Brasil -, chegou a vez de os bissexuais também terem sua data, separada das demais.

A proposta que institui oficialmente o Dia do Orgulho Bissexual – até onde se sabe, a primeira no mundo – foi aprovada na última terça, 18, pelo conselho da cidade de Berkeley, na Califórnia, que, sem discussão, votou unânime a favor da ideia.

O Dia do Orgulho Bissexual e da Visibilidade Bi será comemorado em 23 de setembro. Ativistas bissexuais nos Estados Unidos têm requerido uma data específica desde 1999 e, na prática, o dia 23 já tem sido utilizado para comemorações e eventos em Los Angeles, Boston, Chicago e outras cidades americanas por mais de uma década – mas Berkeley é a primeira a inclui-lo no calendário oficial.

A proposta foi introduzida pelo conselheiro Kriss Worthington, que, na terça à noite, falou a seus colegas que era importante para a cidade apoiar uma ocasião “concebida como uma resposta ao preconceito e marginalização das pessoas bissexuais por alguns tanto da comunidade hétero quanto do restante da comunidade LGBT”.

Dedicado a estudar orientação sexual e legislação, o The Williams Institute, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, estima que existam mais de 4 milhões de pessoas que se identificam como bissexuais nos Estados Unidos, mais do que o número de americanos que se identificam como gays, lésbicas ou transgêneros somados.

Segundo reportagem da The Associated Press, ativistas bissexuais reclamam que, embora façam parte da sigla que compõe o arco-íris LGBT, os gays são alguns de seus críticos mais ferrenhos.

Fonte: A Capa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *