Modelo confessa ter matado arquiteto para esconder romance

O modelo Frederico Safadi, 19, (foto) e um enteado menor de idade mataram o designer de Interiores Flavius Durval Lessa Braga, 47 anos, no interior de seu carro no dia 4 de março, em Maceió. O menor teria sufocado o designer com quem Safadi mantinha um relacionamento há dois anos e o modelo perfurou seu pescoço com uma lâmina feita com uma latinha de alumínio, segundo seu depoimento. Safadi confessou o crime e se entregou à polícia na quinta-feira passada.

Frederico Safadi (esq.) e sua vítima Flavius Lessa
O modelo afirmou em sua confissão que o crime foi passional e que um desentendimento se deu depois que ele tentou terminar o namoro com a vítima, que se descontrolou. Amigos e parentes do designer contestam a versão e dizem que o designer planejava terminar o relacionamento com a vítima. Safati se encontra na Casa de Custódia da capital e o menor foi liberado até que o Juizado de Menores se manifeste. A polícia tenta localizar o instrumento usado no crime para concluir se a morte foi ou não premeditada.
 Há suspeita de que, ao contrário do que afirma o modelo, que uma faca teria sido usada no crime.
A defesa do modelo afirmou uma nova versão, de que Fred Safadi estaria sendo chantageado a namorar com o designer que também era seu agente. Segundo o advogado do modelo, há um mês, Safadi teria tentado terminar o namoro e vinha sendo ameaçado por Braga, que dizia que contaria a todos sobre o namoro e que ele iria acabar com sua carreira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *