Homossexualidade é um grande atrativo”, diz Glória Pires sobre personagem lésbica em filme

Flores Raras, novo filme de Bruno Barreto, aborda a vida e obra da arquiteta Lota de Macedo, que idealizou o Aterro do Flamengo no Rio de Janeiro. No longa, Glória Pires é quem dá vida à arquiteta, que teve um relacionamento com a escritora americana Elizabeth Bishop (Miranda Otto).

“Homossexualidade é um grande atrativo. Eu espero que as pessoas tenham a curiosidade, mesmo que aqui não esteja se discutindo isso, e sim o que foi a obra dela”, declarou a atriz durante coletiva de imprensa à revista Quem. Glória comentou sobre o possível preconceito que o filme possa sofrer, por mostrar o amor entre duas mulheres.

“Acho que preconceito é falta de conhecimento. Quando você coloca um assunto na roda, numa novela, num filme, isso se torna um debate e de alguma forma faz com que as pessoas estejam ligadas a esse assunto. Espero que elas não se preocupem com a orientação sexual dos outros”, afirmou.

O diretor Bruno Barreto garante que o ” foco não é a preferência sexual delas e sim o amor” que sentem. “É um amor natural, não tem porque ser escondido. É um amor sem pudor e a gente quis atrizes maduras justamente para lidar com isso de uma forma muito natural”, declarou.

Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 31 de maio, Barreto contou estar tendo dificuldades para captar patrocínios para o filme. “Não conseguimos um tostão de nenhuma empresa privada”, afirmou.  Paula Barreto, da LC Barreto Produções, completa: “Quando apresentamos o projeto para as empresas, dizem que a história é linda. Mas na hora de dar a resposta, tiram o corpo fora, alegando que não podem atrelar a imagem da empresa a esse assunto. Nunca esperei passar por isso em pleno século 21 e num país que se diz de mente aberta”, disse ela.

O longa-metragem tem um orçamento total de R$ 13 milhões, nove dos quais obtidos através do BNDES, instrumentos estatais, Globo Filmes, Telecine e Imagem Filmes.

As filmagens de Flores Rasas começam no próximo dia 11 de junho.

Fonte: A Capa, também com informações do The Christian Post

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *