Fotógrafo chinês prepara novo trabalho homoerótico



Aurélien Charrier, Carlos Ferreira da Silva e Liam Warren

 O fotógrafo chinês Yang Wang, radicado na França, vem trabalhando há algum tempo com a nudez em movimento. Em meados de 2010, ele fez um extenso ensaio fotográfico que gerou a exposição “Living Dance”, que foi apresentada em Paris e resultou numa publicação.

Agora, ele volta à cena com mais uma bateria de fotos. São imagens belíssimas, onde é possível sentir a força e a leveza dos corpos em movimento. Afixionado por imagens, mas também pela dança, o profissional resolveu misturar tais expressões em um projeto cheio de sensualidade e provocação. Agora são só homens: os bailarinos Aurélien Charrier, Carlos Ferreira da Silva e Liam Warren.

Em 2010, a primeira parte da série rendeu uma exibição cuja apresentação afirmava que os corpos mostram o ser humano em cada respiração, cada passo. Yang Wang pinta um retrato do artista, dando a razão da beleza. Ele explica a gênese da dança, mostra a escuridão por trás da luz.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *