Estados Unidos: Integrante de júri pede para sair por ser gay e juiz concorda

A justiça de Nova York foi pega de surpresa quando Jonathan Lovitz pediu para ser dispensado do júri por ser gay. O juíz concordou com a sua justificativa de que não se sentia a vontade para julgar, já que tem vários direitos negados.

“A partir do momento que eu não posso casar ou adotar uma criança no Estado de Nova York, eu não posso ser um jurado imparcial ou um cidadão quando sou considerado uma segunda classe aos olhos deste sistema judiciário” disse Lovitz.

O caso virou destaque na imprensa norte americana e Lovitz concedeu várias entrevistas explicando ainda mais o caso. Ele contou que as pessoas ficaram surpresas no tribunal diante da sua explanação.

“Eu sou um homem gay e busco igualdade no Estado e no país. Foi isso (o pedido para sair do júri) que o meu coração disse” explicou Lovitz.

Fonte: Todas as formas de amor

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *