Em discurso oficial, Barack Obama cita gays e lésbicas

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, realizou no último domingo, 25 de janeiro, o Discurso do Estado da União, que é requerido pela Constituição norte-americana a todos os presidentes da República. Em uma sessão que reúne senadores e deputados, o mandatário tem de discursar sobre as prioridades do governo no ano que começa.

E Obama se referiu especificamente à derrubada da lei “Don’t ask, Don’t tell”, que proibia homossexuais assumidos nas Forças Armadas. Em sua fala, o presidente afirmou que as tropas são oriundas de “todos os cantos deste país”. Em seguida, Obama disse que os servidores das Forças Armadas “são cristãos, hindus, judeus e muçulmanos. E sim, sabemos que alguns deles são gays”.

“As nossas tropas vêm de todos os cantos deste país”, disse o presidente. “Eles são negros, brancos, hispânicos, asiáticos, nativos americanos. Eles são cristãos e hindus, judeus e muçulmanos. E, sim, sabemos que alguns deles são gays. A partir deste ano, nenhum americano será proibido de servir o país que ama por causa de quem ama. E com essa mudança, eu apelo a todas as nossas universidades a abrir as suas portas para os nossos recrutadores militares. É tempo de deixar para trás as batalhas divisivas do passado. É hora de andar para a frente como uma nação”, declarou Barack Obama.

Fonte: A Capa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *