Claudia Raia estreia musical que foi sucesso da Broadway na pele de Liza Minelli

No próximo dia 27 de outubro estreia em São Paulo no Teatro Procópio Ferreira, o musical Cabaret, protagonizado pela atriz e bailarina Claudia Raiatubro. Produzida e estrelada pela artista, a peça – que já foi sucesso na Broadway e no cinema, tem texto traduzido por Miguel Falabella e direção de José Possi Neto
Liza Minelli, interpreta a prostituta Sally

O elenco conta com mais de 20 atores, incluindo Jarbas Homem de Mello como o mestre de cerimônias.

underground
O mesmo papel rendeu um Oscar a Liza Minnelli em filme de Bob Fosse de 1972. Mas Claudia pretende mostrar uma Sally mais underground.

“Ela não é bipolar, ela é ‘tripolar'”, brinca, enquanto mostra fotos de revistas de moda. Mulheres com maquiagens borradas, modelos da Dolce & Gabbana conjugando perfil tétrico e sexy: são imagens que Claudia carrega hoje em seu celular.

Para a atriz, a versão com Minnelli não deixava explícito que Sally é uma prostituta viciada em gim.
Na peça, a personagem se apaixona por um escritor homossexual, que seria interpretado por Reynaldo Gianecchini. O ator afastou-se do projeto após anunciar que estava com câncer. “Faltavam dois dias para a gente começar os ensaios”, diz Claudia.

Gianecchini faria par com ela também no remake da novela “Guerra dos Sexos”, de Silvio de Abreu, em 2012.

Para a peça, Claudia mostrou o background de quem faz musicais muito antes de o gênero virar moda em São Paulo. Fez teste com mais de mil intérpretes para o elenco e se diz feliz por ter se livrado de velhas precariedades.

Claudia Raia, como a prostituta Sally

A atriz conta que a montagem para “O Beijo da Mulher-Aranha” (2001), por exemplo, era movida a voz com acompanhamento instrumental em playback.

Agora, a presença da orquestra em cena -“e um stage manager que não é gringo”- dão mais fôlego às produções nacionais.

Da redação, com informações da Folha de S. Paulo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *