Casal gay processa Burger King por homofobia e recebe US$ 3,5 milhões

A rede de lanchonetes Burger King foi condenada a pagar a quantia de US$ 3,5 milhões, o equivalente a R$ 5,2 milhões, a um casal gay vítima de homofobia por funcionários da loja.

A agressão, ocorrida no Estado de New Jersey, nos Estados Unidos, começou quando Peter Casbar, de 43 anos, e Noel Robichaux, de 46 anos, estavam fazendo os pedidos e perdurou mesmo depois deles saírem da loja.

O gerente e funcionários do local perseguiram o casal, que relatou ter sido espancado e cuspido, enquanto o grupo proferia palavras de ódio.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *