campanha contra o preconceito de pessoas que vivem com HIV/Aids será inaugurada em Porto Alegre

Luana Piovani  com jovens da rede de pessoas com HIV/Aids

De 22 de setembro a 2 de outubro você poderá conferir a exposição fotográfica que mostra artistas com pessoas soropositivos para o HIV no Shopping Total

Um grupo de 12 rapazes e moças de 18 a 24 anos, portadores do HIV, participou de um ensaio fotográfico que tem como objetivo derrubar preconceitos em torno da aids. Eles posaram ao lado das atrizes Luana Piovani, Carolina Ferraz, Adriana Esteves e dos atores Rodrigo Santoro, Du Moscovis, Fábio Assunção, Reynaldo Gianecchini, Bruno Gagliasso e Marcello Antony, entre outros, com os quais aparecem trocando gestos de amizade e de solidariedade. As fotos compõem a exposição Somos Todos Iguais – Preconceito, Não, promovida pelo Ministério da Saúde. A mostra está sendo trazida a Porto Alegre com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde e poderá ser visitada no Shopping Total, de 22 de setembro a 2 de outubro, das 10h às 22h.

A abertura oficial será realizada no próximo dia 23, às 18h, pelo secretário municipal adjunto de Saúde, Marcelo Bósio, e terá a presença de dois jovens que aparecem no ensaio. Produzidas em novembro do ano passado, as fotos convidam o espectador a entender que a convivência e a manifestação física de afeto não transmitem aids. Elas foram vistas primeiro em Brasília e Fortaleza, em dezembro de 2010. Agora, percorrem outras cidades para ilustrar campanhas que tenham a aids como tema. A faixa de idade dos fotografados em companhia dos artistas demonstra que a intenção é chamar a atenção da população juvenil sobre a força que ela pode ter para desestimular a rejeição a quem adquiriu o HIV.

Campanha – Durante o período da exposição, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também estará divulgando a campanha Quem Não Usa Camisinha Fica com a Dúvida Depois, com distribuição de material informativo e preservativos nas portas de acesso ao shopping, na praça de alimentação e nas áreas próximas aos elevadores. A mobilização terá a parceria do Shopping Total e dos lojistas.

Veiculada nos meios de comunicação desde 15 de agosto e lançada oficialmente no último dia 31, a campanha é desenvolvida em parceria com a Secretaria Municipal da Juventude (SMJ) e dirigida especialmente aos jovens, porque 11% dos casos de aids em Porto Alegre estão na faixa etária de 13 a 24 anos. A maior parte deles (53%) corresponde ao sexo masculino.

Em Porto Alegre, a ocorrência total de aids é de 90 casos por 100 mil habitantes, o que coloca a capital gaúcha em primeiro lugar no país. Desde 1983 até dezembro de 2010, foram feitas 21.005 notificações pela Vigilância em Saúde.

Diagnóstico – Para agilizar os diagnósticos, a SMS está concluindo um processo de compra de testes rápidos para detecção de HIV e sífilis, que serão distribuídos ao longo de um ano em toda a rede municipal de atenção primária em saúde. Serão adquiridos inicialmente 60 mil testes. Além disso, será implantado o Plano Teste, para exame de gravidez. Se o resultado for positivo, a gestante passará pelo exame de HIV, o que vai permitir que o bebê seja protegido da doença se a mãe for portadora do vírus.

A meta é reduzir o número de diagnósticos tardios e a transmissão do HIV. Estudos demonstram que 40% da mortalidade por aids ocorrem pela demora em descobrir a presença do vírus e iniciar o tratamento para conter o desenvolvimento da doença. Quem começa a receber acompanhamento muito tarde tem risco de morte 49 vezes maior.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *