África condena casal gay a 14 anos de prisão

Um tribunal do Malauí, país ao leste da África, condenou na última quinta-feira, 20 de maio, dois gays a 14 anos de prisão, a pena máxima do seu Código Penal.

Eles foram considerados culpados de “violar a ordem da natureza”, depois que organizaram a primeira cerimônia simbólica de casamento gay do país.

Tiwonge Chimbalanga, 20 anos, e Steven Monjeza, 26 anos foram detidos em 28 de dezembro, em Blantyre, a capital finaceira do país, dois dias após terem organizado a cerimônia de casamento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *