A desigualdade entre gêneros é confirmada pelos resultados do último censo

A edição de novembro do Boletim do Observatório Brasil da Igualdade de Gênero destaca os resultados preliminares do Censo 2010, que apontam que as desiguldades de renda entre homens e mulheres ainda não foram superadas. No ano em questão, os homens ganhavam 42% mais que as mulheres. Os dados mostram ainda que as mulheres brasileiras estão tendo menos filhos e adiando a primeira gravidez.

Esta edição traz também iniciativas em prol da correta aplicação da Lei Maria da Penha nos estados brasileiros: o projeto “Mutirão da Penha”, da Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados,  e a iniciativa da Comissão de Segurança Pública da casa, que debaterá, também nos estados, a aplicação da legislação.

As editoras presentam, ainda, os resultados do Índice de Desigualdade de Gênero (IDG), que faz parte do Relatório de Desenvolvimento Humano 2011, divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD); e do Global Gender Gap Report, o ranking de desigualdade elaborado pelo World Economic Fórum.

Nesta edição são disponibilizados também comentários de José Eustáquio Diniz, Doutor em Demografia e Professor titular da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE, sobre os resultados do Global Gender Gap Index.

Para assinar este boletim, basta enviar um e-mail solicitando para o seguinte endereço: observatorio@spmulheres.gov.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *