77% dos brasileiros são a favor da criminalização da homofobia, diz pesquisa do Senado

O Senado Federal está debatendo a reforma do Código Penal Brasileiro. Para alimentar os senadores com a opinião da sociedade em torno dos pontos mais importantes e contribuir com a discussão, o DataSenado realizou uma pesquisa nacional por telefone com 1.232 cidadãos de 119 municípios, incluindo todas as capitais. A margem de erro é de 3%.

Um dos tópicos da pesquisa tratava sobre a necessidade de se criminalizar atitudes e comportamentos fundados no preconceito e na discriminação contra as pessoas.

A discriminação contra os homossexuais foi um dos pontos abordados. A pesquisa indicou que 77% dos entrevistados concordam com a criminalização da homofobia, ou seja, que as pessoas que destratarem os homossexuais por conta de sua orientação sexual sejam punidas.

A proposta foi mais defendida entre os cidadãos com idade entre 30 e 39 anos. Destes, 83% são a favor da criminalização.

Um avanço e tanto para o Brasil, contar com o aval da maioria da sociedade. Bom saber que nem todos pensam como o pastor Silas Malafaia, que acredita que os gays estão buscando superproteção e privilégios com leis específicas para eles.

Agora, resta esperar que a reforma do código realmente vingue e que toda essa discussão seja colocada em prática.

Fonte: A Capa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *