Ney Matogrosso, o verdadeiro e a Maria Bethânia, fake, estarão juntos hoje, em Porto Alegre, com entrada franca

O Encontros com o Professor, tradicional talk show ao vivo, de Porto Alegre, comandado pelo jornalista Ruy Carlos Ostermann terá Ney Matogrosso como convidado principal hoje, 15 de setembro, dentro da programação do 18º Porto Alegre em Cena e o personagem Maria Bethânia, de João Carlos Falcão. O evento será às 19h30min no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223 – Centro)

Ney Matogrosso, nasceu na pequena cidade de Bela Vista, no Mato Grosso do Sul. Além de trabalhar com a música, também já atuou no cinema e teatro, fez iluminação de diversos espetáculos e dirigiu prêmios, peças e shows. Seu estilo irreverente nos palcos o consagrou como um dos grandes nomes da cultura brasileira.  
Até se encontrar na música, Ney trabalhou, entre outras coisas, com recreação para crianças e confecção e venda de peças de artesanato em couro. Além disso, também atuou em programas de televisão e concentrou suas atenções no teatro. A carreira musical começou em 1970, com a formação do conjunto Secos e Molhados, que logo tornou-se um fenômeno da música popular brasileira. A banda lançou dois discos e, por uma série de problemas internos, acabou.

Em 1975, o músico estreou sua carreira solo com o show Homem de Neanderthal e o disco Água do céu pássaro. De lá para cá, conquistou o público e lançou mais de 30 discos de sucesso, entre eles: Pecado (1977), Ney Matogrosso (1981), Pois é (1983), Pescador de pérolas (1986), Um brasileiro (1996), O cair da tarde (1997), Vagabundo (2004) e, seu mais recente trabalho, Beijo Bandido (2009/10).

Ao longo de sua carreira, cantou na Itália, Argentina, Uruguai, Portugal, Israel, Suíça e Estados Unidos. Atualmente, além de apresentar o show Beijo Bandido, Ney dirige o monólogo Dentro da Noite, peça baseada em dois contos do escritor João do Rio.

Canja musicalMantendo a tradição, o ator, cantor e compositor Antônio Carlos Falcão, mais uma vez brinda o público com sua já conhecida Maria Bethânia. Na comédia musical A Doce Bárbara – Maria Bethânia e Duo, ela conta sua saga de Bagé (RS) à Santo Amaro da Purificação (BA), acompanhada pelo músico Alexandre Missel na viola de sete cordas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *