Eduardo Dusek lança DVD com participação de Ney Matogrosso e Preta Gil

Após 30 anos de carreira, o multifacetado Eduardo Dussek lança, pela primeira vez, um DVD. O artista já acumulou um histórico de várias composições de sucesso. Seja como ator, cantor, compositor, em trabalho solo ou acompanhado, seus trabalhos sempre agradaram o público. Por isso, a única coisa que faltava para complementar essa história de sucesso, era um registro audiovisual.

O DVD foi resultado de um show, gravado ao vivo, no Teatro Oi Casagrande, no Rio de Janeiro, no mês de junho e agora está chegando às lojas de todo Brasil. A direção é de Darcy Burger (Benito di Paula, Lô Borges, Samba Social Club).

O DVD apresenta o show no qual Dussek começa com suas canções mais engraçadas, precedidas por pequenos textos de humor, bem à sua maneira. Nesse momento, ele intercala alguns antigos sucessos e canções inéditas, como a irreverente “Baixaria, Não” e o fado “Pilosofia Vurtuguesa” (parceria com Valério Wizz).

Na sequência poderemos ver as canções mais românticas e sensuais e contará com duas participações especiais: Ney Matogrosso e Preta Gil.

Ney interpreta duas músicas de Dussek em parceria com Luis Carlos Góes. A primeira, “Seu Tipo”, é uma balada jazz, que estourou no início dos anos 80. A letra foi escrita por Góes exclusivamente para o Ney e Dussek musicou. “Foi a primeira canção mais languida, uma balada jazz, que Ney cantou e uma das mais sensuais de sua carreira. Estourou nas rádios assim que o disco com o mesmo nome saiu. – conta Dussek.

A outra é a super sensual marchinha de carnaval “Folia no Matagal”, que Ney lançou e foi sucesso em 78/79. Até hoje é obrigatória nos shows de Dussek. “Basta perguntar, no início da música: ‘O mar passa saborosamente, o que?’ A platéia responde imediatamente ‘a língua… na areia!’ uma delícia!” – diverte-se ele.

Preta entra cantando “Mania de Você” (Rita Lee/ Roberto de Carvalho), música que há alguns anos foi incorporada ao repertorio de Dussek. Eles também cantam juntos a marchinha de carnaval composta por João Roberto Kelly,“Politicamente Incorreta”. Sobre a participação, Dussek diz: “Preta tem um carisma e uma personalidade artística muito interessantes. Uma mulher da nossa época. Lógico que tem tudo a ver comigo” – diz.

A parte final do trabalho tem uma tônica mais romântica. Ele começa com uma inédita, “Felicidade Inevitável”, que é mais divertida, e logo ataca a clássica “Eu Velejava em Você”, composta com Góes para o repertório de Maria Bethania.

O público ainda poderá relembrar várias outras clássicas da carreira de Dussek, como “Doméstica”, “Barrados no Baile”, “Sassaricando”, “Troque seu Cachorro por uma Criança Pobre”, “Cabelos Negros” e “Aventura”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *