SOMOS documenta Miss Brasil Gay neste sábado, 20

O Mapeamento Cultural LGBT estará presente na 35ª. edição do Miss Brasil Gay, em Juiz de Fora, MG, neste sábado, dia 20 de agosto. Durante o primeiro semestre de atividades do projeto, que já passou por 17 capitais brasileiras, o evento foi apontado como uma das manifestações culturais LGBT mais destacadas.

O tradicional evento é o principal no cenário brasileiro dos concursos de beleza voltados a comunidade LGBT e provocam ano a ano, uma grande mobilização de participantes em diversos estados brasileiros. Chama a atenção especialmente pelo seu tempo de realização. Com regras bastante rígidas, as candidatas ao título de Miss Brasil Gay não podem ser travestis ou transexuais, nem apresentar transformações corporais marcantes. Em sua maioria homens gays, as candidatas somente se transformam em mulheres para o momento do desfile, representando seu estado de origem em diversos trajes e estilos.

Concursos de beleza, como os de Misses e Misteres são manifestações que compõem o imaginário da Cultura LGBT, sobretudo em suas relações com a Arte Transformista.  Têm também um papel importante na visibilidade da população LGBT na sociedade, pois extrapolam os limites do gueto e refletem um dos raros momentos de aceitação e admiração à produção cultural deste grupo.

O Mapeamento Cultural LGBT é uma ação desenvolvida pelo SOMOS Pontão de Cultura LGBT, com o objetivo de registrar as manifestações artísticas e culturais representativas para a população de lésbicas, gay, bissexuais, travestis e transexuais no Brasil.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *