São Paulo: Livro analisa filmes de temática LGBT exibidos nas telas brasileiras

Acontece amanhã, em meio aos eventos que precedem a 15ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, o lançamento do livro “Cine Arco-Íris – 100 Anos de Cinema LGBT nas Telas Brasileiras”.

Escrito por Stevan Lekitsch – jornalista, crítico, envolvido com as mídias LGBT desde os anos 90 -, a obra analisa mais de 270 filmes com temática LGBT exibidos no Brasil, nos cinemas nacionais, desde o início dos tempos.

O título busca uma referência à questão gay, na simbologia do arco-íris – não confundir com uma possível biografia de um famoso cinemão carioca de pegação gay.

O autor começa a pesquisa na década de 30, citando títulos como “Mata Hari” (31, com Greta Garbo) e o brasileiro “Messalina” (30), e logo envereda para os anos 40, com o obrigatório “Festim Diabólico” (48, de Alfred Hitchcock).

Ao longo da obra, Stevan apresenta resenhas e comentários sobre filmes que de alguma forma se identificam com a questão gay. Até títulos inesperados surgem, como “Conta Comigo” (86). O próprio autor revela que hesitou antes de incluir essa obra-prima no livro. Afinal, segundo ele, a questão homoerótica é bastante sutil – e, de fato, uma questão a ser discutida.

Também aparecem, naturalmente, os filmes mais populares do assunto, como “A Gaiola das Loucas” (versão francesa de 78 e americana de 96) e “O Padre” (94), além de obras de Pedro Almodóvar e clássicos como “Satyricom” (70, foto), de Fellini. Curiosamente, ficaram de fora alguns filmes diretamente ligados ao universo gay, como “Priscilla” (94).

Desde já, no entanto, o livro mostra-se obrigatório. A publicação é das Edições GLS e o lançamento acontece na Livraria Cultura, com a presença do autor.

Serviço:
“Cine Arco-Íris – 100 Anos de Cinema LGBT nas Telas Brasileiras”
Lançamento Quarta-Feira 22/06 – das 19h às 21h30
Livraria Cultura – Conjunto Nacional
Av. Paulista, 2073
Entrada Franca

Com informações A Capa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *