Primeira web-série LGBT ultrapassa 6 milhões de acessos

Parte do elenco de Apena Heróis 

No dia 25 de abril estréia a segunda temporada de “Apenas Heróis”, a primeira web-série com temática LGBT brasileira.  Produzida sem recursos e patrocínio, seu blog oficial (Apenas Heróis) já ultrapassou os 6 milhões de visualizações.  Os episódios da produção são exibidos quinzenalmente, desde setembro de 2010, e disponibilizados gratuitamente na Internet. A série conta com 23 atores baianos e é o resultado de um projeto idealizado pelo diretor geral e roteirista Daniel Sena, que hoje também conta com o apoio do diretor e produtor Jullio Vaz.

“Apenas Heróis” é independente e conta com o apoio da Faculdade da Cidade do Salvador, que disponibiliza os equipamentos de filmagem e a ilha de edição. A web-série tem previsão de 14 episódios na primeira temporada, sendo que o início da segunda temporada já está previsto para o mês de abil de 2011.

A trama aborda temas voltados ao público LGBT. Entre os conflitos dos personagens, temos o de Eduardo (Luiz Antonio Jr), portador de HIV e que vive com um homem mais velho, e o de Caio (Gleison Richelle), que sofre homofobia da própria família. O casal Eric (Felipe Velozo) e Henrique (Italo Decanio) mantém uma relação estavél, mas que enfrenta problemas comuns a qualquer união. Há espaço também para o humor, caso da espevitada Lúcia (Cristiane Lacerda), uma lésbica convicta e ciumenta extrema, e de Kid Purpurina (Rodrigo Marcio), uma transexual que sonha em realizar a operação para mudança de sexo. A história se passa em Salvador e teve gravações realizadas em Mangue Seco, na divisa da Bahia com Sergipe.

Para assistir a primeira temporada acesse http://www.youtube.com/apenasherois

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *