Ministério da Defesa vai abolir a palavra "pederastia" do Código Penal Militar

O Ministério da Defesa resolveu tirar a expressão “pederastia” do Código Penal Militar por sugerir discriminação contra os homossexuais.

Nelson Jobim concordou em alterar o código em uma reunião no início desta semana com representantes da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transsexuais. Essa é uma causa antiga do movimento, que também pede o fim da exigência do exame de HIV para o ingresso nas Forças Armadas.

Para o presidente da associação, Toni Reis, a retirada do termo “pederastia” já é uma grande vitória na batalha pelo respeito dos homossexuais nas corporações militares.

O Ministério irá encaminhar um projeto de lei ao Congresso estabelecendo a mudança no código criado em 1969, durante o regime militar. O texto atual proíbe ato libidinoso homossexual, ou não, em organizações militares como os quartéis.

O termo homossexual também será abolido da nova redação

Com informações Flavour

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *