Após 125 anos bar gay fecha as portas na Europa

Foto:F.M./TÊTU

Após 125 anos, o Zanzibar, em Cannes, acaba de fechar suas portas. É o fim de um mito na Côte d’Azur.
Para dar lugar a uma sorveteria, após passar por algumas reformas. O mais velho bar gay da Europa, um lugar mítico onde se encontrava, outrora, todo o high society homossexual de passagem pela Côte d’Azur fecha suas portas, para a tristeza de seus frequentadores.
O ultimo proprietário do estabelecimento, Jean-Marie Wawruszczak, afirma estar “gasto”. Hoje ele está com 60 anos – disse não ter recebido propostas sérias para compra do bar, “tinha alguns contatos, mas os gays não têm dinheiro! Eu ainda não consegui”, afirma ele.

“O Zanzibar não poderia tornar-se uma sorveteria, seria uma mal pressagio para a comunidade gay”, afirma Mathieu, um frequentador do local. Desde 1885, o Zanzibar localiza-se em uma das principais ruas, em Cannes, sendo constantemente visitado por turistas, por ser considerado patrimônio cultural e pelo grande número de artistas e celebridades que circulam na cidade. No entanto a crise financeira que gerou a venda do estabelecimento vem ocorrendo há, mais ou menos, três anos. Segundo Jean-Marie ela foi causada pela abertura de enormes boates na vizinhança, causando uma concorrência desleal.

A negociação de venda ficou em torno de 350 mil e 400 mil euros, segundo informações, e inclui o licenciamento do portal e do barman do Zanzibar. Mais genericamente, o presidente da Associação gay da baixada de Cannes, fundada em setembro, julga esse fechamento “catastrófico”. Eric Darmaisin: “Há um ano, o Palácio dos festivais lançou com grande pompa “Cannes Rainbow”, uma carta com sentido de redinamizar a vida gay. Muito bem, salvo que eu espero que isso não seja apenas alarde, posto que ninguém fez nada para impedir o fechamento desse lugar mítico”. Segundo ele, é a prova que “a vida gay se enfraquece em Cannes enquanto que ela prospera em Nice” (Nice é uma cidade francesa localizada no departamento francês dos Alpes Marítimos).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *