Cientistas desenvolvem lubrificante que previne a infecção do HIV

Apesar de até agora só ter sido testada em ratos, um novo lubrificante microbicida provou-se eficaz em parar a transmissão de HIV por até duas semanas. Usando uma técnica que silencia os genes que promovem a infecção, pesquisadores desenvolveram um lubrificante microbicida capaz de prevenir a transmissão de HIV. O microbicida provou-se ser eficaz durante longo prazo em ratos, abrindo uma porta para o desenvolvimento de um microbicida intravaginal que poderia proteger mulheres contra a infecção de HIV potencialmente por semanas e ajudar nos esforços da saúde pública em conter a contaminação de HIV/AIDS.

O estudo, liderado pelos doutores Lee Adam Wheeler e Judy Lieberman, do Instituto de Doenças Imunológicas e do Programa de Medicina Celular e Molecular do Hospital Infantil de Boston foi publicado online na segunda-feira (16)  no Journal of Clinical Investigation.
O microbicida usa a vantagem de um fenômeno molecular chamado de Interferência do RNA, no qual pequenos pedaços de RNA, silenciam a expressão de genes individuais com sequências complementares. Originalmente observada em plantas, a Interferência do RNA, foi descoberta ser possível também em mamíferos há apenas uma década, mas já é utilizada como o foco de muitas pesquisas científicas.
A pesquisadora Judy Lieberman suspeita que o librificante não será limitado somente em prevenir a infecção do HIV. “Você poderia usar o produto para estimular a Interferência do RNA para agir contra qualquer tipo de gene infeccionado, seja por vírus ou parasita”, disse a doutora. “Isso poderia criar um ‘coquetel’ para ganhar proteção contra múltiplas doenças sexuais, como o HSV e o vírus da papilloma humana”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *