Canadá: casal registra filho sem especificar gênero da criança

A irmã mais velha e Storm. Foto: reprodução

Um casal do Canadá resolveu criar o filho recém nascido sem registrar o gênero da criança. Os pais declararam que preferem que o filho escolha a qual identidade quer pertencer quando crescer. O sexo do filho/a foi ocultado, apenas os irmãos sabem. O nome dado à criança também não define o gênero: Storm.

Desde que o fato chegou à imprensa local a população de Toronto tem se mostrado dividida. De um lado, há quem apoie a iniciativa e, do outro, aqueles que acham o caso “um experimento social”. Kathy Witterick, 39, e David Stocker, 39, mãe e pai respectivamente, consideram as críticas “injustas”.

Os pais alegam que não desejam que sejam impostas ao filho/a as normas autoritárias sobre o gênero das pessoas. David e Kathy revelaram que fizeram os mesmo com os outros dois filhos: Jazz, 5, e Kio, 2, e que com o tempo eles foram se entendendo como homens. Os avós maternos e paternos apoiam a decisão dos pais.

Fonte: A Capa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *