9ª edição do Palco Giratório em POA traz a peça Uma Flor de Dama

Festival movimentará o cenário cultural de Porto Alegre entre os dias 2 e 25 de maio. Entre as atrações, está a peça “Uma Flor de Dama”, do coletivo As Travestidas, do Ceará

A Capital já está preparada para receber 24 dias de muita cultura com a chegada da 9ª edição do Festival Palco Giratório Sesc/POA. O evento será realizado, entre os dias 2 e 25 de maio, nos mais variados espaços de Porto Alegre. Na noite desta terça-feira (15/04), em evento realizado no Café Sesc Centro, foi lançada mais uma edição do Festival e divulgada a programação completa.

Segundo o diretor regional do Sesc/RS, Everton Dalla Vecchia, o evento é considerado um intercâmbio onde o Rio Grande do Sul divulga a cultura local e recebe de outros estados diferentes manifestações artísticas que permitem enriquecer ainda mais o trabalho. “Nós não fizemos a cultura sozinhos. Somos apenas facilitadores nesse processo. Queremos divulgar a cultura como ferramenta de inclusão. Entendemos a cultura como investimento, pois ela gera desenvolvimento e crescimento”, afirmou. Na mesma oportunidade, também foram lançadas as Aldeias Sesc, que são desmembramentos do Palco Giratório, e que ocorrem em quatro cidades gaúchas ao longo do ano: São Leopoldo, Ijuí, Caxias do Sul e Santa Maria.

O Festival Palco Giratório Sesc/POA trará espetáculos de teatro infantil e adulto, dança e circo, intervenções urbanas, assim como oficinas de desenvolvimento artístico-cultural e momentos de reflexão. O evento contará com os espetáculos selecionados pela curadoria nacional do Palco Giratório, além das atrações convidadas, totalizando mais de 130 ações – 93 sessões artísticas e 39 ações formativas. O Festival propõe uma reflexão constante sobre o desenvolvimento das artes cênicas no País e o principal objetivo é o intercâmbio entre profissionais e plateias.

Nesta edição, o Palco traz a peça Uma Flor de Dama, do coletivo artístico As Travestidas, do Ceará. Com atuação e direção de Silvero Pereira, este foi o primeiro trabalho do dramaturgo com o universo das travestis e transformistas, adaptado do texto A Dama da Noite, do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu. A peça é fruto também de um trabalho extenso de entrevistas e registro de histórias de travestis. “Foram dois anos de pesquisa, de 2000 a 2002. A peça já teve mais de 500 apresentações”, segundo conta Silvero em entrevista para o Somos.

Dia: 16/05 – às 20h
Local: Sala Álvaro Moreyra

uma_flor

Sobre o Palco Giratório – O Festival é uma das ações propostas pelo Projeto Palco Giratório. Ao longo de seus 17 anos de existência, o Palco Giratório se consolidou no cenário cultural levando uma grande variedade de gêneros e linguagens artísticas para um público diversificado de mais de 3 milhões de pessoas de todas as regiões brasileiras. Ao todo, já foram 6.175 apresentações com teatro de rua, circo, dança entre outras linguagens artísticas — em instalações do Sesc, praças e outros espaços urbanos. Mais do que entretenimento, essa iniciativa tem como objetivo não só a troca de experiências e vivências entre os artistas, mas também a difusão de montagens regionais pelo País afora, além de criar oportunidades de inserção de artistas, produtores e técnicos no mercado de trabalho.

Confira a programação completa aqui.

Adaptado de: Sesc-RS

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *