“Serão necessários 700 anos para alcançar a igualdade de gênero na mídia infantil”, diz Geena Davis

_davis

Nem todo mundo sabe mas, a ganhadora do Oscar Geena Davis é mais do que um rosto bonito. Ela é fundadora do Instituto Geena Davis de Gênero na Mídia e disse, em evento na sede da ONU em Nova York, nesta quinta-feira (12/03), que dados coletados em pesquisa realizada por sua entidade mostram resultados “perturbadores” de como há pouquíssimos personagens femininas em filmes e programas de televisão destinados a crianças com 11 anos de idade.

Ela também lembrou que estas personagens são “hiper sexualizadas” e julgadas por sua aparência e que as crianças, estão sendo levadas a acreditar pelas mídias de entretenimento que as mulheres e as meninas são cidadãs de segunda classe.

“Se incluirmos personagens femininas na medida em que tem sido feito nos últimos 20 anos, só alcançaremos a igualdade em 700 anos,” declarou  Geena Davis, acrescentando que acredita que a paridade de gênero no entretenimento infantil pode ser conseguida de forma dramaticamente rápida – possivelmente em 7 anos, caso haja vontade política para isso. A atriz acredita que a escassez de personagens femininas na mídia de entretenimento para crianças pode ser mudada da noite para o dia.

O evento, paralelo à 59ª Comissão sobre a Situação da Mulher, foi co-organizado pela ONU Mulheres e pela UNESCO.

Estudos como esse são importantes para se pensar em ações propositivas para políticas públicas na área da educação.

Fonte: http://nacoesunidas.org/em-evento-na-onu-geena-davis-lembra-que-serao-necessarios-700-anos-para-alcancar-igualdade-de-genero-na-midia-infantil/