O LUGAR DO FEMININO NA ARTE CONTEMPORÂNEA

12822733_1116713765045516_641278592_o

Obra de Carla Borba.

Nova exposição do MACRS, com abertura no próximo dia 08 de março, propõe questionamentos à perspectiva das produções de mulheres artistas em seu acervo.

Com curadoria de Letícia Lau, a exposição coletiva Mulheres Artistas – A Perspectiva Feminina no Acervo do MACRS, apresenta obras produzidas por artistas mulheres que abordam em seus discursos poéticos questões sobre símbolos relacionados ao “feminino”.

Obras de artistas como Adriana Daccache, Carla Borba, Élida Tessler, Cylene Dallegrave, Magliani e Mariane Rotter, entre outras, refletem parte de uma produção expressiva e, habitualmente, negligenciada pelas narrativas ditas “oficiais” da História da Arte – parcial e machista. Questões como a maternidade, o corpo, a sexualidade e também sobre o ponto de vista destas artistas em relação ao contexto em que vivem, são temas centrais das pesquisas artísticas.

A abertura é nesta terça, dia 08 de março, às 19h, no Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, na Casa de Cultura Mário Quintana (Rua dos Andradas, 736 -Porto Alegre).