BR-TRANS DE VOLTA A PORTO ALEGRE

nova arte

Sucesso de crítica e público nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, Porto Alegre terá, novamente, a oportunidade de conferir a montagem do espetáculo que foi contemplado com os principais prêmios de circulação em artes cênicas do país. O espetáculo foi desenvolvido em 2013 a partir do Prêmio Interações Estéticas (FUNARTE/MINC) em parceria com o SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade

BR- TRANS é um trabalho comovente e realista, cuja tônica são histórias e dramas vividos por travestis, transexuais e transformistas do Ceará e do Rio Grande do Sul. A direção é assinada pela gaúcha Jezebel De Carli, conhecida por sua atuação à frente da Santa Estação Cia. de Teatro, existente desde 2008 e vencedora de prêmios Tibicuera e Açorianos.

Idealizado pelo ator e diretor Silvero Pereira, e dirigido pela gaúcha BR-TRANS é resultado de uma pesquisa sobre esta população normalmente marginalizada na sociedade.A partir de fragmentos de vidas reais, Silvero traz para a cena histórias de exclusão, violência e intolerância com aqueles que assumem sua sexualidade também de maneira performativa. Entretanto, subvertendo a tristeza desses relatos, a obra também mostra narrativas de superação e transformação.

As apresentações ocorrerão dias 26 e 27 de novembro, às 20 horas, no Teatro de Arena (Escadaria da Avenida Borges de Medeiros, 835/ Centro Histórico). Venda antecipada de ingressos no teatro, de segunda a sexta, das 13h às 17h. Os ingressos custam R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (estudantes, idosos e classe artística). No dia do espetáculo, ingressos à venda a partir de uma hora antes do início. Para garantir a meia-entrada é preciso apresentar documento e comprovante de situação escolar.

A discussão sobre o corpo feita pelo espetáculo BR-TRANS possibilita um diálogo com a exposição Aparatos do Corpo, que integra a 10ª Bienal e é exibida na Usina do Gasômetro. Visando isso, após a apresentação do dia 26, acontece uma conversa entre ator, Silvero Pereira, o curador-adjunto da 10ª Bienal Márcio Tavares e Valência Losada, coordenadora do Programa Educativo, que propõe discutir os temas de gênero e corpo na arte e seus desdobramentos na sociedade contemporânea. Esse bate-papo integra as ações da Escola Experimental de Curadoria, proposta pelo Programa Educativo Possibilidades do Impossível, da 10ª Bienal do Mercosul Mensagens de Uma Nova América. O objetivo é propor a discussão sobre o exercício de curadoria através de um olhar transversal acerca das linguagens artísticas e transdisciplinar.

Saiba mais: https://www.facebook.com/events/1522522434733776/

Fonte: Bienal do Mercosul