Barack Obama afirma que irá derrubar lei que restrige casamento gay

Uma lei aprovada por seu antecessor, George W. Bush, que restringe o casamento gay, deve ser alvo de questionamento do governo Barack Obama. Nesta semana, o secretário de Justiça, Eric Holder, disse que o presidente Barack Obama debateu o assunto com seus colaboradores e concluiu que o Ato de Defesa do Casamento, é anticonstitucional e que não deveria ser defendido pelo Estado.

O ato “contém numerosas expressões que refletem reprovação moral a gays e lésbicas e suas relações íntimas e familiares – precisamente o tipo de pensamento baseado em estereótipos e espírito que a Cláusula de Proteção das Igualdades está aí para impedir”, afirmou o secretário sobre a consticionalidade da restrição. Holder comunicou ao presidente da Câmara a respeito da decisão do Governo, que vinha utilizando da medida para restringir o acesso de gays a serviçoes e benefícios exclusivos aos casados.

O questionamento vem após o fim da proibição dos homossexuais servirem às Forças Armadas e de uma série de decisões da Justiça contra leis que proíbem o casamento gay. Sete estados do país já reconhecem a união entre pessoas do mesmo sexo, cinco deles dando direitos de igualdade com o casamento gay instituído.
Barack Obama disse em campanha ser contra ao casamento gay mas que apoiava a união civil, hoje, parece que o presidente norteamericano concluiu que a união civil não é o suficiente, já que restringe direitos e não oferece igualdade.

Fonte: Lado A.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *