homofobia; crime

Homofobia em Minas Gerais

O suspeito de ter matado um cabeleireiro nesta quinta-feira, 25 de agosto, em Alfenas, no Sul de Minas Gerais, confessou que mutilou o corpo da vítima. O garçom Fernando Alves, de 20 anos, disse que cometeu o crime por que Gilvan era homossexual e o assediava. Segundo ele, os dois se encontravam com frequência para fazer […]