E-books

Nesta seção você poderá fazer download gratuito dos livros publicados pelo Somos e também de textos produzidos pela nossa equipe. Imprima, leia e distribua livremente contanto que você não utilize o material comercialmente e não remova os créditos de qualquer obra.

Para acessar os e-books é simples: basta clicar no título de seu interesse.

Ajuda para download de e-books

Boa leitura!

 

Transviados:  deslocamentos em saúde na perspectiva da arte

O volume é produto de oficinas e laboratórios culturais do Projeto Transviados, cujo objetivo foi a apreensão teórico-prática de temas como sexualidade, prevenção do HIV/Aids e direitos humanos. Através da arte como instrumento para a educação em saúde, o projeto proporcionou a reflexão, o diálogo e a produção de conhecimento articulados para pensar o cuidado com a saúde e a prevenção das IST, HIV/Aids. O livro resgata fotos, relatos de experiências, artigos e recortes de falas dos jovens e oficineiros que participaram do projeto.

Projeto SAGAS BRASIL: promoção da saúde e prevenção de IST/HIV/AIDS com LGBT

A publicação apresenta a experiência do Projeto SAGAS no Brasil e seus principais resultados. Este projeto foi executado por quatro ONGs – ABIA (Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids), GAI (Grupo Arco-Íris de Conscientização Homossexual), GRAB (Grupo de Resistência Asa Branca) e Somos – Comunicação, Saúde e Sexualidade – com apoio da Schorer Foundation. Trabalhou-se nas cidades de Fortaleza, Rio de Janeiro e Porto Alegre, com um público jovem LGBT de 15 a 29 anos. GRAB e ABIA também trabalharam com pessoas vivendo com HIV/Aids. Uma das principais contribuições do projeto para a promoção da saúde e a prevenção ao HIV junto às populações LGBT foi associar a Abordagem Schorer ao debate sobre as vulnerabilidades no campo da Aids no Brasil. A Abordagem Schorer baseia-se nos seguintes pilares: promoção da saúde; prevenção planejada baseada em evidências; trabalho intersetorial; e, fortalecimento institucional e de capacidades. Esta abordagem foi contextualizada com base no quadro conceitual das vulnerabilidades e dos direitos humanos, ressaltando os aspectos individuais, sociais e programáticos.

Tá difícil de falar sobre exualidade na escola?

Esta já é a segunda edição do livro, ampliada e revisada. A publicação é fruto do projeto Construindo Identidades, originalmente financiado pelo Ministério da Educação, que visa subsidiar professores/as com textos, sugestões de atividades e glossário. A escola de hoje é desafiada diariamente e um dos desafios é a inclusão. Mas não basta afirmar que a escola expulsa os/as alunos/as; é preciso refletir sobre como se dá o processo de inclusão, baseado em que critérios e em que normas.

 —

 

 

 

 

Para um atendimento qualificado em saúde – população LGBT – Série Diálogos.

A publicação é fruto do projeto Qual é a sua?, financiado pela Fundação Schorer da Holanda, que visa minimizar as vulnerabilidades de jovens gays e bissexuais em relação à infecção pelo HIV/Aids na cidade de Porto Alegre. Dessa forma, subsidiar profissionais de saúde com textos, dicas para um atendimento de qualidade e glossário faz-se necessário. A busca por uma educação em saúde que inclua a população de lésbicas, gays, travestis, transexuais e bissexuais é um grande desafio para os profissionais que buscam estar afinados com a ética e os direitos humanos. Mudanças são necessárias e estar aberto para o novo e os diferentes é uma necessidade. Agradecimentos especiais aos colegas e amigos Paulo Ricardo de Alencastro e Camila Castro pelas sugestões.

 

 

—–
Cadernos Obscenos II: a erotização do cuidado

O Segundo volume dos Cadernos Obscenos traz o tema do cuidado: o que significa “cuidar” e o que significa “cuidar-se”? Essas perguntas surgiram durante o desenvolvimento das atividades do Projeto Qual é a sua?, de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis, HIV/Aids entre jovens gays e bissexuais, financiado pela Fundação Schorer. Os artigos buscam problematizar o exercício do “cuidado” no que tange à saúde, prevenção, vida com HIV/Aids inseridas na dinâmica de sociabilidade dos jovens gays e bissexuais que participaram do projeto. Com textos de Jeane Félix, Claudia Penalvo e Luis Henrique Sacchi dos Santos.

 

 

Construindo ELOS: um debate sobre gênero, violência e direitos humanos em penas e medidas alternativas

O conteúdo deste livro contribui, em certa medida, para se questionar a tradição que defende a lógica de “mais prisões”, “mais polícia”, “mais tempo de encarceramento”, “mais prisões exemplares” etc. Fruto do projeto ELOS, de fortalecimento das redes de penas e medidas alternativas de Porto Alegre, e financiado pelo Ministério da Justiça.

 

 

 

Cadernos Obscenos I: a erotização do conhecimento

Esta é uma publicação que se propõem a discutir temas que envolvam corpo, gênero, direitos humanos, saúde e sexualidade. Nesta primeira edição pode-se conferir os textos de Fernando Seffner, Patrícia Kirst, Desembargador Rui Portanova, Gustavo Bernardes, Rodrigo Collares e Gerson Lattuada. Essa publicação é fruto do Projeto Libertas, financiado pelo Ministério da Saúde.

 

 

Tá difícil falar sobre sexualidade na escola?

A publicação é fruto do projeto Construindo Identidades que visa subsidiar professores com textos, sugestões de atividades e glossário. A escola de hoje é desafiada diariamente e um dos desafios é a inclusão. Mas não basta afirmar que não expulsa os alunos, é preciso acolher sem segmentar, sem determinar. Com textos de Luiz Felipe Zago; Fabricio Carpinejar; Luís Henrique Sacchi dos Santos; Rosimeri Aquino da Silva.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *