Deus Salve a Rainha em Porto Alegre

Está de volta à capital a banda argentina “Good Save de Queen”.

Eles tocaram pela última vez em dezembro do ano passado e conseguem o que raríssimas bandas cover conseguem atingir: superam os ídolos em pelo menos um quesito. Quem for ao show hoje, às 21h, no Teatro do Sesi, vai ver o que nem quem assistiu ao próprio Queen testemunhou: uma execução ao vivo do trecho operístico de Bohemian Rhapsody, tocado em playback pela banda britânica.

Recém-chegados de uma série de shows na Espanha, o grupo tem seu ponto alto na semelhança do vocalista Pablo Padín com Freddie Mercury – uma das figuras mais emblemáticas da história do rock, morto em 1991 –, com direito a bigodão, figurino com muitas peças de couro e quase nenhuma camisa, trejeitos e, claro, o vozeirão inconfundível. Completam a banda o guitarrista e tecladista Francisco Calgaro (que encarna Brian May), o baterista Matías Albornoz (Roger Taylor) e o baixista Ezequiel Tibaldo (John Deacon).

Formado em 1998, em Rosario, o God Save The Queen (ou Diós Salve a La Reina, em espanhol) realiza turnês regulares pelo mundo. No repertório, constam clássicos como We Are The Champions, Another One Bites the Dust e We Will Rock You. Além das canções, o espetáculo reproduz minuciosamente cenário, som, iluminação, técnica e vestuário utilizados no palco pela banda original.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *