Simpatizantes de artista chinês perseguido posam nus na internet

Casal posa nu em homenagem a Ai WeiweiFoto: awfannude.blogspot.com 

Partidários do artista chinês Ai Weiwei, que é investigado por “pornografia”, decidiram manifestar solidariedade com o dissidente e posaram nus na internet. Perseguido pelas autoridades chinesas, que o acusam de fraude fiscal, o artista plástico anunciou na sexta-feira que era acusado por fotos antigas nas quais aparece cercado por quatro mulheres – todos nus.

Em um blog com o nome “Escute, governo chinês: a nudez não é pornografia”, dezenas de seguidores publicaram fotos sem roupas. Um simpatizante imita a postura do Pensadorde Rodin, outro, a de David de Michelangelo. Alguns fizeram montagens e podem ser vistos nus em locais famosos de Pequim, como a Praça Tiananmen (Paz Celestial).

O blog pode ser acessado através do endereço http://awfannude.blogspot.com/view/flipcard.

Ai Weiwei, que considerou “ridículas” as novas acusações, é objeto de um amplo movimento internacional de solidariedade. Simpatizantes fizeram doações para ajudá-lo no processo em que é acusado de evasão fiscal. Graças à mobilização, ele teve condições de pagar a garantia para poder apelar do reajuste de 15 milhões de iuanes (US$ 2,2 milhões).

O artista provocou nova polêmica ao publicar no Twitter o número de telefone do diretor de redação de um jornal oficial chinês que recebeu centenas de ligações e mensagens de texto de protesto contra o artigo publicado sobre ele pelo jornal. O Global Times reagiu nesta terça-feira com um editorial no qual condena o “comportamento imoral” de Ai Weiwei.

O artista dissidente investigou, entre outros temas, o desabamento de escolas no terremoto de 2008 na província de Sichuan e um incêndio que deixou dezenas de vítimas em novembro de 2010 em Xangai.

Fonte: Zero Hora

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *